Manfredo Alves De Souzanetto

Nasceu em Jacinto, MG, 1947. Desenhista, pintor e construtor de objetos. Graduou-se em artes pela Escola Guignard e em arquitetura pela Escola de Arquitetura da UFMG, BH. Estudou também na École Nationale Louis Lumière e a École Nationale Superièure de Beaux-Arts, em Paris, e na Escola de Belas Artes da UFRJ. Recebe as premiações: III Salão do Artista Plástico Mineiro, Belo Horizonte (1971); Estímulo, IV Salão do Artista Jovem de Campinas (1972); III V e VI Salão de Arte Contemporânea de Belo Horizonte (1971/73/74); I II e III Salão Global de Inverno de Belo Horizonte (1973/74/75); Prêmios de Aquisição: IV Salão Nacional de Arte Universitária de Belo Horizonte (1973); Aquisição, no XXX Salão de Arte do Paraná, Curitiba (1973); II Exposição de Artes Visuais do Estado do Rio de Janeiro, Niterói (1973); Prêmio de pintura, III Salão de Arte Jovem de Santos (1973); 1º Prêmio Viagem ao Exterior, no V Salão Nacional de Arte Universitária, Belo Horizonte (1974); O lugar da ausência ou Réquiem para a Serra do Curral, XII Salão Nacional de Arte Contemporânea, Museu de Arte da Pampulha (1980); Prêmio Gustavo Capanema - Melhor conjunto de obras - III Salão Nacional de Artes Plásticas do MEC, Rio de Janeiro (1980); Prêmio Wembley S.A., XII Salão Nacional de Arte Contemporânea, MAP, Belo Horizonte (1980); Prêmio J.J. Engenheiros, no III Salão de Arte do Conselho Estadual de Cultura de Minas Gerais, Juiz de Fora (1980); Prêmio Desenho, V Salão Carioca de Arte, Rio de Janeiro (1980); Aquisição, XIV Salão Nacional de Arte Contemporânea, MAP, Belo Horizonte (1982); Prêmio Victor Meirelles, V Salão Nacional de Artes Plásticas/MEC, Rio de Janeiro (1982); lº Prêmio de Pintura no VIII Salão Nacional de Arte de Fortaleza (1984); Aquisição no I e II Salão Paulista de Artes Visuais, São Paulo (1984/85); Prêmio Viagem ao Exterior, VIII Salão Nacional de Artes Plásticas do MINC-Funarte, Rio de Janeiro (1985) e Aquisição, III Salão Paulista de Arte Contemporânea, São Paulo (1986). Realiza várias exposições individuais no Brasil e na França: Memória das coisas que ainda existem, Galeria do ICBEU, BH (1974); Real Galeria de Arte, Rio de Janeiro (1975); Musée de L’Abbaye Sainte Croix, “Les Sables D’Olonne”, França (1976); Galeria Debret, Paris (1976); Galeria Graffiti, Rio de Janeiro (1977); Cite Internationale des Arts, Paris (1977); Galerie Philippe Frégnac, Paris (1977); Galeria Vasp, São Paulo (1977); Galeria do Instituto Brasil/Estados Unidos (ICBEU), Belo Horizonte (1977); Gravura brasileira, Rio de Janeiro (1980); Projecta Galeria de Arte, São Paulo (1980); Sala Miguel Bakun, Curitiba (1981); Galeria César Aché, Rio de Janeiro (1982/1984); Projeto ABC/Funarte, MAM, Rio de Janeiro (1982); Paulo Figueiredo Galeria de Arte, São Paulo (1983); Galeria da Universidade Federal, Caxias do Sul (1983); Galeria da Universidade Federal Fluminense, Niterói (1983); Galeria Tina Presser, Porto Alegre (1984); Galeria São Paulo (1986/1989); Espaço Capital Arte Contemporânea, Brasília (1986); Montessanti Galeria, em São Paulo e no Rio de Janeiro (1987); Galerie L’Aire du Verseau, Paris, França (1988); Galeria Gesto Gráfico, Belo Horizonte (1988); Galeria Annamaria Niemeyer, Rio de Janeiro (1990); Galeria Ruta Correa, Freiburg, Alemanha (1991/95); Galeria Andreas Weiss, Berlim, Alemanha (1991); Galeria Suzana Sassoun, São Paulo (1991); Manfredo de Souzanetto e Marcos Coelho Benjamim, Galeria Annamaria Niemeyer (Rio de Janeiro), Museu de Arte (Brasília), Galeria Marina Potrich (Goiânia) e Galeria Circo Bonfim (Belo Horizonte) (1992); Centro de Arte Moderna da Fundação Gulbenkian, Lisboa (1994); Módulo Centro Difusor de Arte, Lisboa (1994); Kolams Distribuidora de Arte, Belo Horizonte (1995); Galeria Marília Razuk, São Paulo (1995/2000); Joel Edelstein Arte Contemporânea, Rio de Janeiro (1996); Artco Galeria, Liepzig, Alemanha (1996); Galeria Jasim, Düsseldorf, Alemanha (1996); Manfredo de Souzanetto e Máximo Soalheiro, Elms Lesters Painting Rooms, Londres (1996); Galeria Mathieu, Lyon, França (1997); Le 19, Centre Regional d’Art Contemporain, Montbéliard, França (1998); Galerie Barsikow, Berlim, Alemanha (1998); Coletânea Galeria de Arte, Rio de Janeiro (1999); Musée National de la Porcelaine Adrien-Dubouché, Limoges, França (2000); Diálogo com Marco Túlio Resende, Centro Cultural Light, Rio de Janeiro (2001); Museu Alfredo Andersen, Curitiba (2001); Os amigos da gravura, Museu Chácara do Céu, Rio de Janeiro (2004); Instituto Moreira Salles, Belo Horizonte e Poços de Caldas (2005); Rio de Janeiro e São Paulo (2006); Centro Cultural Usiminas, Ipatinga, Minas Gerais (2005); Centro Cultural Correios, Rio de Janeiro, onde lança o livro Paisagem da obra, Editora Contracapa, Rio de Janeiro (2006) e Paisagem da Obra, Grande Galeria do Palácio das Artes, Belo Horizonte (2006) Participa de importantes coletivas, salões e Bienais no Brasil e exterior: Exposição Jovem Arte Contemporânea MAC/USP, São Paulo (1970); Do corpo a terra, Palácio das Artes, Belo Horizonte (1970); 7º Salão de Arte Contemporânea de Campinas, São Paulo (1971); Erótica 71, Belo Horizonte (1971); Artists from Minas Gerais, BACI, Washington, EUA (1972); Destaque nas Artes 71, Palácio das Artes, Belo Horizonte (1972); Aspectos do desenho contemporâneo brasileiro, Coleção Gilberto Chateaubriand, IBEU, Rio de Janeiro (1972); Brasil Plástica 72, Bienal de São Paulo (1972); Representação Brasileira, Museu de Sköpje, Macedônia (1972); 5º Salão de Arte Contemporânea de Santo André, Paço Municipal, Santo André, São Paulo (1972); XII Bienal Internacional de São Paulo (1973); 1º Salão Global de Inverno, Palácio das Artes, Belo Horizonte (1973); 30º Salão Paranaense, Teatro Guairá, Curitiba, PR (1973); O Desenho Brasileiro, IX Salão de Campinas, São Paulo (1974); Bienal Nacional 74, Fundação. Bienal de São Paulo (1974); Panorama da arte atual brasileira, MAM/São Paulo (1974/1976); 13ª Bienal Internacional de São Paulo – Sala Brasília - (1975); Novas tendências, Paço das Artes, São Paulo (1975); Doze artistas mineiros, Maison de France, Rio de Janeiro (1975); VII Festival Internacional de Pintura de Cagnes-sur-Mer, França (1976); Formes et couleurs du Brésil, Paris et Marseille, França (1976); Exposition d’été, FIAP, Paris (1976); Arte/Agora I, Brasil 70/75, MAM, Rio de Janeiro (1976); Das raízes à atualidade, Coleção Gilberto Chateaubriand, Belo Horizonte, Brasília, Salvador e Recife (1976); Panorama da arte atual brasileira, MAM, São Paulo (1976); Nouveaux langages plastiques, Centro Cultural, Limoges, França (1978); Images/Messages d’Amérique Latine, Villeparisis e Grenoble, França (1978); 1a Foire Internationale d’Art Contemporaine, Grand Palais, Paris (1978); Grands et jeunes d’aujourd’hui, Grand Palais, Paris (1978); Peintres d’Amérique Latine, Maison de la Culture, Saint-Maur (1978); Travaux sur papier/objects, Centro Cultural, Villeparisis, França (1978); Un support à l’imaginaire, Galeria Noire, Paris, França (1979);



logol  

© 2014 C/Arte. Todos os direitos reservados.

Proibida a reprodução da marca e de outras imagens do portal C/Arte

sem autorização prévia da editora.

Av.Otacílio Negrão de Lima, 16.570 / CEP 31.555-016
Belo Horizonte /MG - (31) 3491-2001

E-mail: fernandopedro@comartevirtual.com.br

  ytbmini_1 fbmini_1